FANDOM


 
Gametitle-FO4
Gametitle-FO4

O Massacre de Quincy foi uma batalha na cidade de Quincy, um assentamento pertencente aos Minutemen da Comunidade, lutada quando os Atiradores lançaram uma invasão na cidade. O ataque foi um sucesso, levando à destruição dos Minutemen da Comunidade com apenas vinte sobreviventes (incluindo Preston Garvey), e a ocupação de Quincy como uma fortaleza permanente dos Atiradores.

A Batalha

Em 2287, em resposta a uma visão de Mama Murphy, Sturges, o mecânico, pediu ajuda dos Minutemen da Comunidade. Um pequeno destacamento de Minutemen sob o comando do Coronel Ezra Hollis, incluindo Preston Garvey e Clint, chegaram para defender a cidade. Em pouco tempo, uma grande força de Atiradores liderada por Baker já estava cercando a cidade. Os Minutemen no início foram capazes de expulsá-los depois de ataca-los pelas costas.

Hollis moveu sua força para a cidade, onde Sturges informou sua inquietação acerca da pouca quantidade de pessoas ali. Hollis requisitou mais reforços de outras unidades, nenhuma delas chegou devido à disputas internas. Clint, enojado pela fraqueza dos Minutemen, desertou para os Atiradores e revelou como a cidade estava fácil de ser tomada se atacassem pela auto-estrada.

Os atirados fizeram um assalto via a auto-estrada, transformando a cidade em um estande de tiro. A batalha rapidamente desenvolvem em massacre para os Minutemen. Todos os civis da cidade foram mortos, exceto por Preston Garvey e outros dezenove, que foram capazes de fugir para Jamaica Plain. Hollis foi levado prisioneiro, e de acordo com Clint, ele não conseguiu acreditar em sua traição até Clint matá-lo pessoalmente.

Consequências

A batalha foi um golpe mortal nos Minutemen na Comunidade, com o movimento pequeno em números e repleto de brigas internas. Aqueles que não chegaram para defender Quincy desapareceram.

Os Atiradores despacham um destacamento para finalizar o grupo de Preston. Eles conseguiram matar mais deles em Jamaica Plain, mas não conseguem impedi-los de escapar. Preston continuou protegendo o grupo de sobreviventes e os levou para as ruínas de Lexington. Uma horda de ghouls derrubou seu número para oito, o bando de Jared, liderado por Gristle, matou mais três e forçou os cinco sobreviventes a se abrigarem no Museu da Liberdade em Concord.

Clint foi promovido a comandante de Quincy pelo Capitão Wes por suas ações. Ele então determinou que a cidade não seria tomada do mesmo jeito que os Atiradores fizeram, ele fortificou a auto-estrada, estabeleceu uma torre de rádio e capturou dois sets de power armor para defender a cidade.

Se o Sole Survivor visitar Quincy, ele verá a armadura sendo vestida por Clint em pessoal, e o outro set por Tessa. Se o Survivor escolher, a cidade pode ser atacada e Clint, Baker e Tessa podem todos ser mortos e vingados pelos Minutemen.

Notas

  • Diferente do que Preston acredita, parece que não são muitas pessoas que sabem do Massacre de Quincy. Nenhum dos guardas de Diamond City comentam sobre o massacre, e Piper Wright consegue com sucesso convencer Danny Sullivan a abrir o portão dizendo que o Sole Survivor é um importante comerciante de Quincy.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.