FANDOM


 
Gametitle-FO3Gametitle-FO4
Gametitle-FO3Gametitle-FO4

Meu Deus, eu... Eu lembro. Eu lembro de tudo. Desde antes. Zimmer. A Comunidade. O Instituto. Meu Deus, todos esses captores que eu atraí...

Harkness, depois de sua memória ser restaurada

O Escritório de Retenção de Sintéticos ou E.R.S é uma divisão do Instituto responsável pela captura de sintéticos fujões.

Visão geral

Depois que o Instituto começou a criar humanos sintéticos avançados por volta de 2227, muitos desenvolveram personalidades fortes e o desejo de escapar de sua vida de servidão. Apesar de sentirem e pensarem livremente, sintéticos são tradados como escravos pelo Instituto, apenas usados para manutenção e segurança. Com ajuda de simpatizantes como Liam Binet, e facções como a Ferrovia, muitos sintéticos escaparam do Instituto, a maioria deles tendo sua memória apagada e faces reconstruídas, permitindo-os uma vida normal com outros humanos.

Como resultado das fugas, o Instituto fundou o Escritório de Retenção de Sintéticos, que se dedica à captura e reabilitação de sintéticos do Instituto. Os cientistas do Instituto desenvolveram sintéticos com capacidade incrível de combate e personalidade única conhecidos como caçadores para rastrear e capturar sintéticos a todo custo. Devido à eficiência e brutalidade dos métodos empregados pelos caçadores, o ERS é temido por todos os sintéticos fugidos, e até por sintéticos e cientistas no próprio Instituto. Dentro do Instituto o Sole Survivor pode descobrir que há bastante tensão entre a ERS e outras divisões (principalmente a Sistemas Avançados), mas o cientista William Moseley foi contratado como uma ponte entre as duas divisões.

Membros conhecidos

Notas

As câmeras no centro de comando são de pássaros sintéticos espionando a Comunidade.[1] Localidades mostradas no monitor incluem:

Aparições

Harkness, Dr. Zimmer e Armitage do ERS aparecem em Fallout 3, a base em si do Escritório aparece em Fallout 4.

Galeria

Referências

  1. Institute Synth Bird Spies are Watching You no YouTube
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.